Sergipe reduz o índice de analfabetismo entre os jovens acima de 15 anos

por Maria Aida, 09/07/2018 às 08:06 em Educação

O Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Educação (Seed) implementa ações e busca as estratégias para promover melhorias na qualidade do ensino público. Comprovando esta realidade, comparando-se 2016 com 2017, houve uma redução do índice de analfabetismo entre os jovens na faixa etária acima de 15 anos. O estudo considera como alfabetizada a pessoa incapaz de ler e escrever um bilhete simples. 

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), em 2017, a taxa de analfabetismo dos jovens de 15 anos ou mais no Estado ficou estimada em 14,5%, na qual o índice era de 14,7%, em 2016, ou seja, um percentual de alfabetizados de 0,2%. No Nordeste, o analfabetismo corresponde a 14,8% da população acima dos 15 anos, portanto, Sergipe está abaixo da taxa da região.[

O secretário de Estado da Educação, professor Josué Modesto, reconhece que essa redução é consequência do trabalho realizado com o propósito de qualificar os processos de ensino e aprendizagem. “É inegável que outro ponto importante para essa mudança de realidade se deve à democratização do acesso à matrícula, a campanha de acesso às escolas, além disso, a formação continuada dos educadores, realização de planejamento pedagógico e o reordenamento de ações e recursos”, ressalta. 

Segunda maior taxa de escolarização 

A pesquisa comprovou que, em Sergipe, a taxa de escolarização de 15 a 17 anos, em 2017, foi de 88,6%, o que corresponde a 115 mil pessoas. Já no ano anterior, o indicador foi de 86,3%, ou seja, 109 mil pessoas.

Conforme o estudo divulgado pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), no que se refere ao índice de analfabetismo, a tendência é de queda no indicador, tanto no âmbito nacional, quanto regional. Ainda de acordo com a pesquisa, Sergipe teve um desempenho significativo, em 2017, superior às médias nacional de 87,2% e nordestina de 86,1%. O Estado, também, é o segundo melhor no ranking do Nordeste, perdendo apenas para o Piauí, com 91,4%.

Ações da Seed

A rede estadual de educação é composta por 355 escolas, contando com 9.454 professores e 155.251 alunos, segundo o Sistema da Matrícula da rede estadual de educação.  

A diretora do Departamento de Educação (DED), Ana Lúcia  Lima da Rocha Muricy Souza,  afirma que a  meta do governo estadual é reduzir o número de analfabetos em Sergipe. Dessa maneira, um dos compromissos do Plano Estratégico 2015-2018 (PES), da Seed, é buscar, por meio do Serviço de Educação de Jovens e Adultos (Seja/DED), executar ações que possam promover avanços no cenário educacional sergipano. 

“A iniciativa da Seed, por meio do Seja, conta com o envolvimento de profissionais altamente capacitados, que prestam apoio e suporte às ações voltadas para alfabetização de jovens e adultos, a exemplo da formação continuada de professores, realizada constantemente. Dessa maneira, promove a integração dos profissionais e melhoria da prática docente”, salienta.

Reforçando essa informação, a chefa do Seja, Maria Aparecida dos Santos Nazário, afirmou que, nos últimos oito meses, foram alfabetizados 1.700 sergipanos por meio do Programa Sergipe Alfabetiza Mais (AMA), atendidos em 370 turmas que são distribuídas em 52 municípios.  “Ainda em 2018, havendo liberação do Ministério da Educação (MEC), novas turmas serão iniciadas, com possibilidade de atendimento para mais 4.000 pessoas. Essas ações impactarão de maneira positiva nos próximos resultados referentes a 2018/2019”, enfatizou. 

Alfabetização

A diretora do DED explicou que, dentro das metas de alfabetização, a Seed atua também por meio da implantação de programas de alfabetização nos anos iniciais do Ensino Fundamental, oferecendo suporte pedagógico aos professores. 

“Dentre essas ações destacamos a formação continuada dos professores por meio do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), cujo objetivo é oferecer apoio pedagógico visando à melhoria da prática docente para que as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3° ano do ensino fundamental.  No ano de 2018, Sergipe está implantando o Programa Mais Alfabetização, idealizado pelo MEC, sendo executado em 87 unidades escolares da rede estadual de ensino e em turmas de 63 escolas das redes municipais de ensino. Cada turma, desse programa, contará com um profissional, um assistente de alfabetização, que contribuirá com suporte pedagógico no processo de ensino aprendizagem, visando a assegurar que as crianças sejam alfabetizadas nos dois primeiros anos do Ensino Fundamental”, esclarece Ana Lúcia Lima da Rocha Muricy Souza.

Ainda, ao analisar os avanços no cenário educacional, a diretora do DED afirma que a intensificação dessas ações, projetos e programas de alfabetização, desenvolvidos pela Seed, têm gerado resultados positivos, a exemplo do que foi observado no desempenho alcançado por Sergipe em indicadores e pesquisas de avaliação externa, referentes aos anos iniciais do Ensino Fundamental. “Esses indicadores foram publicados em 2017, como ‘Os indicadores de fluxo escolar na educação básica’, divulgados em maio pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) do Ministério da Educação; a Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA), publicizada em outubro, também pelo Inep/MEC; o Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB), divulgado no dia 7 dezembro”, finalizou.  

Por Lívia Lessa/SEED



Endereço:

Rua Cel. Stanley Silveira, 311 - São José - Aracaju/Se.

Nossas Redes Sociais:

 Facebok Instagram Instagram 

 

 

Contato Comercial - Aida Brandão

(79) 98809.4452/99993.2437/3211.9854

jornalpovao.expresso@ig.com.br

jornal-povao25anos@hotmail.com